6 de novembro de 2014

Águia-cobreira salva no Galisteu

Imagem obtida na newsletter do ICNF-Centro
Foi com agrado que tomámos conhecimento do artigo no newsletter do ICNF-Centro, no qual se relata o salvamento de uma água-cobreira, encontrada na nossa propriedade Galisteu.

Segue o texto integral do artigo:

No passado mês de julho fomos informados pelos responsáveis da Herdade do Monte do Galisteu – Grupo Altri Florestal, em pleno Parque Natural do Tejo Internacional, da existência de uma águia que havia caído do ninho. Nesse mesmo dia o ICNF deslocou-se ao local onde identificou a Águia-cobreira (Circaetus gallicus), e procedeu à sua entrega num centro de recuperação, o CERAS – Centro de Estudos e Recuperação de Animais, pertença do núcleo regional de Castelo Branco da Quercus. Após um cuidado exame à ave, verificou-se que tinha apenas uma pequena ferida na asa esquerda, resultante do embate no solo.

Após algumas semanas de recuperação, sobretudo para recuperar a maturação suficiente e com o contributo de todos, mas principalmente com a colaboração dos responsáveis da Herdade do Monte do Galisteu, conseguimos salvar uma Águia-cobreira.

Resta-nos agradecer às pessoas do ICNF e do CERAS a dedicação e empenho na recuperação desta ave, tão característica das serras e montes de Portugal.

Sem comentários:

Enviar um comentário