27 de junho de 2012

Silvicultura do eucalipto - notas do campo I

É sabido que a fertilização à plantação é uma operação fundamental para o sucesso da mesma. Mas são nos momentos em que, por qualquer motivo, esta operação falha que se verifica no campo a importância dela.

Um bom exemplo observámos numa visita de campo recente numa plantação de Eucalyptus nitens em Tarouca. Nesta plantação, a fertilização constituiu de 15 gramas de adubo de libertação lenta, colocado por baixo do sistema radicular da planta e, passadas umas semanas, uma adubação com 200 gramas de NPK 5:30:5, enterrados a 20 cm de distância nos dois lados da planta na linha de plantação, em duas doses de 100 g.

Aconteceu que uma curta linha manca não levou a segunda adubação de 200 g. de NPK. Após um bom arranque proporcionado pelo adubo de libertação lenta, o efeito da falta de adubo NPK se fez sentir e, passado um ano, resultou num desenvolvimento muito inferior como se vê na imagem abaixo.

No centro da imagem vê se a linha de plantação sem adubo NPK
Dois anos mais tarde, a linha manca continua com um desenvolvimento muito inferior às plantas que foram devidamente adubadas à plantação, com se pode observar nesta imagem:

Linha sem adubação NPK à plantação, agora com 3 anos de idade
Esta situação é um exemplo da importância de uma adequada adubação à plantação para o crescimento do povoamento. Em simultâneo, é de assinalar o excelente crescimento do povoamento em geral, como já foi relatado neste post sobre a mesma plantação.

31 comentários:

  1. Caro colega,

    a fertilização na plantação é mais que necessária para um povoamento. Aliás, é na base de uma boa fertilização ( de plantação e manutenção),preparação adequada de solo e finalmente, com uma boa planta clonal ou de semente melhorada que aumentam significamente o sucesso de uma plantação. Eu pessoalmente, desconhecia esta mistura de fertilização lenta com uma rapida, porque nós somente usamos a rapida com a mesma quantidade e procedimento que o vosso.
    Igualmente importante, é a fertilização de manutenção, no tocante ao número de vezes e a que idade. Os brasileiros por exemplo fazem-na mais cedo, com 2 fertilizações até aos 1,5-2 anos de idade, enquanto nós esticamo-la mais até aos 5 anos de idade.
    Um tema que temos que trabalhar todos para o futuro e que à 2-3 anos atrás fez disparar os preços do adubo é o fosforo, que sempre foi o elemento mais deficitário nos nossos solos e usado ( superfosfato) nas primeiras campanhas de fertilização no pais, fruto da degradação dos solos e da pastoricia existente nas montanhas, que a retiravam de lá e "deixavam" nas baixas. Este elemento é esgotável e é muito usado em Portugal e não será com a esteva existente que a vamos substituir, mas dever-se-ia começar a estudar alternativas.

    Um abraço algarvio e parabens pelo povoamento.

    ResponderEliminar
  2. Qual é a marca existente no mercado português que comercializa adubo NPK 5-30-5?
    Assim, de repente, não estou a ver nenhuma.
    Parabéns pelo trabalho desenvolvido.

    ResponderEliminar
  3. Caro,

    A composição 5-30-5 foi encomendada diretamente à empresa produtura de adubos, não estando disponível no mercado normal. Foir encomendada à Interadubo em 2010 e à ADP em 2011.

    ResponderEliminar
  4. Caro Henk,
    Fico-lhe muitíssimo obrigado pelo esclarecimento.
    Cumprimentos

    José

    ResponderEliminar
  5. No texto acima diz que foram colocados 15 gramas de adubo de libertação lenta, colocado por baixo do sistema radicular da planta. Gostaria de saber, qual a composição desse adubo e marca.
    Fizeram alguma análise ao solo? Obrigado
    Fernando Agostinho

    ResponderEliminar
  6. Nos utilizamos sobretudo Agroblen, de seguinte composição:

    09-20-08 + 0,1%B + 3Mg.

    Para mais informações, veja:

    http://www.liscampo.com/agricultura/Adubos-e-Fertilizantes/Everris/AGROBLEN


    Cps,

    Henk Feith

    ResponderEliminar
  7. Boa noite,

    Como o colega anterior referiu, é feita alguma análise às caracteristicas do terreno ? Pretendo avançar com uma plantação mas ainda não sei que tipo de planta será mais indicada. Trata-se de um clima seco e no Inverno cai muito gelo. Costumo comprar plantas nos V. Furadouro e sou fornecedor de rolaria de eucalipto para o grupo Altri, de modo que naquela propriedade queria ter em conta a análise do solo para a escolha ideal da plantas. Vocês fazem essa análise ou têm como principal critério o clima? Como devo proceder neste caso? Agradeço desde já a atenção e fico a aguardar uma resposta por esta via ou pelo mail pessoal : gil_duarte1@hotmail.com

    ResponderEliminar
  8. Boa Tarde Caro Henk,

    Sou proprietário de alguns hectares de eucalipto, e ao descobrir este blog fiquei bastante surpreendido e agradado com a quantidade de informação e know how aqui disponibilizado por vocês, e por isso os meus Parabéns.

    Pegando em alguns comentários anteriores, também gostava de deixar aqui algumas questões.

    - Qual o melhor método de preparação de terreno, apenas ripado ou cavado com giratória?

    - As minhas explorações situam-se na zona de Rio Maior, e como tal os invernos são rigorososos em termos de geada, qual o clone que aconselham que melhor resista a geada?

    - Em solos mais pobres devo fertilizar com que produto?

    - Fazem analises a solos?

    Obrigado e mais uma vez Parabéns.

    ResponderEliminar
  9. Caro Sr. Morais,

    Antes de tudo, agradeço as suas palavras de apreciação acerca da informação divulgada por nós. O objetivo é mesmo essa: divulgar aos interessados aspetos relevantes da nossa gestão florestal.

    Tendo em conta a pertinência das questões colocadas por si, vou responder através de um novo post, em vez de responder aqui. Assim, haverá muito mais pessoas a poder partilhar a informação disponibilizada. peço para esperar somente mais uns dias para eu poder preparar uma resposta.

    Um abraço,

    Henk Feith

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde Sr. Morais,

    Se visitar o nosso blogue, verá respostas às suas perguntas. Qualquer questão, por favor disponha.

    Henk Feith

    PS, só para ficar claro: preparações "cavado à giratória" são caríssimas e ambientalmente desaconselháveis. Sobre as melhores plantas, recomendo entrar em contacto com os nossos Viveiros do Furadouro, que lhe poderão aconselhar sobre a melhor escolha a fazer.

    ResponderEliminar
  11. Bom dia, Henk

    Agradeço a informação disponibilizada, decerto que será uma grande ajuda.
    Obrigado

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde, Sr Henk

    A minha questão é a seguinte: Quantas vezes deve ser adubado o eucalipto até ao seu corte? E quais as doses e os melhores adubos que devem ser utilizados e a que idades do eucalipto? Isto tudo para obter o melhor crescimento possivel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Hélio

      O Henk pediu-me para lhe dar resposta, mas só agora percebi. Peço-lhe que aguarde mais uns dias e em breve terá a resposta neste blogue.
      Cumprimentos
      Clara Araújo

      Eliminar
  13. Aguardarei a resposta.
    Muito obrigado pela atenção.
    Cumprimentos, Hélio Almeida

    ResponderEliminar
  14. bom dia vi o seu comentario sobre os adubos utilizados para cobertura de eucaliptos.
    tenho tentado arranjar para uma pequena plantacao que tenho mas nao encontro dado que as suas plantacoes sao magnificas sera que me pode ajudar com o encontrar a marca referida?

    muito obrigado e desde ja o felecito pelo seu trabalho


    atentamente

    manuel neves

    ResponderEliminar
  15. bom dia vi o seu comentario sobre os adubos utilizados para cobertura de eucaliptos.
    tenho tentado arranjar para uma pequena plantacao que tenho mas nao encontro dado que as suas plantacoes sao magnificas sera que me pode ajudar com o encontrar a marca referida?

    muito obrigado e desde ja o felecito pelo seu trabalho


    atentamente

    manuel neves

    ResponderEliminar
  16. Boa tarde,
    Agradeço ajuda. Ano passado fiz uma plantação mas alguns eucaliptos não tiveram adubaçaõ de fundo, pq tinha acabado. Claro que agora a diferençaa á substancial, uns bem crescidos e uns poucos quase raquíticos O que posso fazer agora? Obrigado pela ajuda.
    Cumps

    ResponderEliminar
  17. Recomendo voltar a adubar, preferencialmente com um adubo NPK 20:10:10.

    Sendo uma plantação do ano passado, poderá fazer uma adubação manual, depositando o adubo por abaixo da copa da árvore (200 gramas cada árvore), ou associado a uma gradagem, que tem a vantagem de incorporar o adubo no solo.

    Se o povoamento tiver muita erva por baixo, é fundamental controlar essas ervas. Poderá fazê-lo por exemplo com uma gradagem na entrelinha (que deverá ser superficial, para não danificar as raízes das árvores) ou quimicamente (em que deverá ter cuidado em evitar contacto entre o caldo e as árvores). Se controlar quimicamente, assegura--se do cumprimento da legislação em vigor, sobre os produtos que pode usar nos eucaliptais e as técnicas seguras de aplicação. Recomendo recorrer a um fornecedor de serviço com alvará para aplicação de produtos fitofarmacêuticos.

    ResponderEliminar
  18. Gostaria de saber qual adubo devo usar para engrossar as arvores de eucalipto.??
    As arvores de eucaliptos tem ++ de 18 meses. Obrigado.

    ResponderEliminar
  19. Com esta idade, recomendo colocar 200 kg/ha de NPK 20-10-10. Idealmente, o adubo deverá ser incorporado no solo com uma grade ligeira, sem danificar as raízes das árvores. Esta adubação deverá ser feita no início da primavera, para as árvores aproveitarem do adubo antes do solo estar seco.
    A seguir a esta adubação, deverá voltar a adubar por volta do 4º ano, com um adubo azotado N22, com 0,5% de boro, também com 200 kg/ha. Por fim, se o povoamento mostrar alguma perda de vigor, poderá repetir essa adubação ao 7º ano.

    ResponderEliminar
  20. Agradeço opinião sobre o seguinte caso. A floresta tem 30 anos, creio que teve 3 cortes. Nunca teve adubação. As árvores atuais tem 7 anos. Qual a melhor adubação para engrossar? Devo fazer análises ao solo previamente? Obrigado pela atenção

    ResponderEliminar
  21. Boa tarde Sr. Pereira,

    Face à idade do povoamento (7 anos), recomendo uma adubação azotada, por exemplo um N22 ou N27 com 1% de boro.
    Estando o povoamento já em 4ª rotação (teve 3 cortes), é altura de pensar na sua reflorestação. Hoje em dia existem plantas melhoradas com um potencial produtivo muito superior às anteriores e uma nova preparação do solo pode criar condições de crescimento para as plantas muito melhores. Se tiver intenção de avançar com uma reflorestação, informe-se bem sobre a legislação aplicável e sobre as boas práticas florestais a usar, para a proteção do solo da sua floresta, agora e no futuro.

    ResponderEliminar
  22. Boa tarde,

    Na plantação de eucaliptos para além da adubação de fundo com Agroblen 09-20-08+0.1%B+3%Mg, a aplicação de 200gr/planta lateralmente de ADUBO COMPLEXO NPK (S)
    com Zinco (Zn)
    10-20-6 (11)de designação comercial AMICOTE CV 50 10-20-6 é uma boa opção? A razão reside no facto de não encontrar no mercado NPK 5:30:5 e as quantidades em causa não justificar uma encomenda específica.
    Caso entenda não ser uma boa opção, pedia-lhe o favor de indicar um adubo que substitua com eficácia o NPK 5:30:5 e que se encontre com facilidade no mercado.

    Desde já agradecido pela ajuda,

    Melhores cumprimentos
    Manuel Pereira

    ResponderEliminar
  23. tenho eucaliptos com +-18 meses como por o adubo esses 200kg \ hectar se tenho em varios sitios e nenhum faz 1 hectar gostaria de saber se metendo essas 200gr por eucalipto se resultsva

    ResponderEliminar
  24. Caro silvicultor,

    Sim, pode usar a regra dos 200 g por árvore. Com a idade que têm, pode espalhar manualmente por baixo da copa da árvore. Se tiver acesso a uma grade, pode efetuar uma leve gradagem a seguir, para incorporar o adubo e cortar o mato, se existir.

    Cps,

    Henk Feith

    ResponderEliminar
  25. Boa tarde,
    tenho uma área com cerca de 6 há que vou plantar durante o mês de Março, vou fazer destroçamento de cepos, gradagem e linha de plantação com ripar.
    Quero fazer uma plantação "by the booking" para ter o melhor rendimento possível.
    Qual o melhor adubo (marca e referencia) para colocar na cova e o fosfaro para colocar a uma distancia de 20 cm para cada lado da planta, também gostaria que me indiquem as quantidades.
    Devo realçar que a terra é muito muito boa, é terra de "jardim".
    Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite

      Agradecemos o contacto. Para lhe podermos responder precisamos de ter alguma informação adicional, nomeadamente a localização da propriedade. Poderá contactar-nos através do telefone da Altri Florestal, em Constância.
      Com os melhores cumprimentos

      Clara Araújo

      Eliminar
  26. Muito Boa Tarde,
    Caro Sr, HenK Feith,
    Desde j+a os meus parabéns a este magnífico blogue e á equipa por ele responsável. Sendo eu um leigo no assunto, venho pedir uma ajuda técnica.
    Então é assim, sou proprietário de uma mancha de floresta de eucaliptos, no concelho de Nisa. Sucede que disseram-me que deveria ter cuidado com o mês em que a operação de corte irá ser realizada. O comprador disse-me que o corte pode ser feito em qualquer altura. Existe uma época adequada de modo a não prejudicar a rebentação, será de evitar a rebentação nos meses de Novembro a Janeiro, devido ao gêlo? Obrigado

    ResponderEliminar
  27. Caro Sr. Lince,

    Muito obrigado pelo seu elogio. Fico muito satisfeito, porque o objetivo do blogue é permitir a pessoas como o senhor de poder comunicar connosco para escalrecimentos ou sugestões sobre gestão florestal.
    Em relação ao seu pedido, a resposta é que a melhor altura do ano para cortar um eucaliptal que pretende que seja conduzido em talhadia a seguir (como é o seu caso), é no início da primavera, para permitir que a rebentação tenha já alguma altura antes do inverno.
    Aproveito para recomendar, dois a três anos depois do corte, de realizar uma seleção de varas, uma adubação e uma gradagem ligeira para incorporar o adubo e destroçar os matos que entretanto cresceram no povoamento. Se procurar prestadores de serviço para estes trabalhos, pode consultar o site do projeto Melhor Eucalipto da Celpa, onde há uma base de dados com prestadores de serviço qualificados por região, incluindo a sua (http://www.celpa.pt/melhoreucalipto/prestadores-de-servicos-florestais/).
    Desejo-lhe muito sucesso com o seu eucaliptal e caso queira mais apoio, não hesite em contactar-nos novamente.

    Cps, Henk Feith
    Diretor de Produção Altri Florestal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo esclarecimento !Provavelmente irei contactá-lo futuramente. Boa continuação

      Eliminar