11 de junho de 2012

Previsões com Qualidade

Começo por dizer que fui vivamente incentivado pelo meu Diretor em escrever este post (não a começá-lo assim), não fosse ele o anterior responsável pelo inventário florestal, conhecendo muito bem os sabores dos insucessos e, sobretudo, no seu caso particular, de vários sucessos nesta área. Devo confessar que acedi ao seu pedido com alguma relutância, pois a curvinha verde que pode ser observada no gráfico abaixo, a subir repentinamente, começara a inquietar-me. Mas, sucessivos controlos mensais dos desvios entre volumes previstos e entregues, num total equivalente a quase dois anos de cortes de madeira de eucalipto, com o mesmo esquema de inventário florestal e um desvio médio em totais acumulados de apenas 0,06%, chegaram bem para me convencer que, de facto, existem bons motivos para anunciar um claro sucesso nesta área.


O gráfico acima representa os desvios percentuais encontrados num volume acumulado fixo de entregas, analisado em cada mês e limitado pela exclusão das entregas mais antigas. Uma vez que a principal intenção desta análise é a avaliação da qualidade das estimativas realizadas a partir do inventário de eucalipto, foram consideradas apenas áreas com resultados de inventário florestal e, pelos mesmos motivos, excluídas quaisquer áreas afetadas por incêndios, com aproveitamentos para biomassa, ou com qualquer outro motivo que provoque à partida perdas significativas. Por outro lado, estão incluídas nesta amostra situações em que a madeira cortada permaneceu períodos significativos na mata ou áreas afetadas por pragas ou geadas.

Por fim, aproveito a oportunidade para partilhar este sucesso com os nossos fornecedores de serviços, que realizam a recolha dos dados de campo com a fundamental qualidade, com a minha equipa dos Sistemas de Apoio à Gestão (SAG), que mantem continuamente os nossos sistemas de informação em bom funcionamento, também com os encarregados florestais, que contribuem para a manutenção da qualidade da cartografia base, assim como com todos os exigentes clientes do inventário florestal, pois afinal são eles que motivam tudo isto!

1 comentário:

  1. Não te preocupes, a curva vai estabilizar. Parabéns pelo excelente resultado, fruto de 5 anos de melhoria em todo o sistema de inventariação.

    Uma coisa é certa: os teus clientes vão continuar a exigir elevados padrões de qualidade nos serviços a prestar, mesmo com mudanças hierárquicas!

    ResponderEliminar