5 de março de 2012

Sarcoscypha sp. na Ribeira da Foz


Numa visita em fevereiro à Ribeira da Foz, encontrámos uma espécie de cogumelo do género Sarcoscypha, conhecidos como taça-escarlate. São espécies de ambientes florestais húmidos e aparecem sobretudo no inverno.


Foi depois de ter colocado as fotografias no forum Cogumelos de Portugal que foi sugerido por especialistas que mais provavelmente se trata da espécie Sarcoscypha austriaca, uma espécie relativamente rara que surge sobretudo associada a amiais, como é o caso de Ribeira da Foz. No entanto, somente análise microscópica dos espóros pode determinar com rigor a espécie. 

O registo foi já colocado no Biodiversity4All para dar a conhecer a quem se interessar por ele, tal como a sua localização.

4 comentários:

  1. Sarcoscypha sp. ficava bem melhor (ver comentário no forum cogumelos de Portugal)

    ResponderEliminar
  2. Caro Loco Gato,

    Tem razão. Pode levar a interpretações incorretas. Já está corrigido.

    Só por curiosidade, se volto a encontrar a espécie no local, quem é que podia fazer a análise microscópico para despistar qual a espécie? E como podia fazer chegar a tal pessoa? É possivel enviar um specimen por correio, por exemplo? Porque, agora já, fiquei intrigado com a espécie e é provável que volto a encontrá-lo.

    Obrigado e um abraço,

    Henk Feith.

    ResponderEliminar
  3. Se há coisa que hoje já vai havendo em abundância, é a capacidade de usar a microscopia para completar identificações. Felizmente! Ainda há muito por fazer, para que este país trabalhe com os seus cogumelos, mas evoluímos bastante e por isso não há razão para que fiquem por identifcar as espécies.

    No caso destes ascomicetos, aguentam-se bem uns dias, basta acamar dentro dum papel absorvente (higiénico serve) e meter num envelope de correio. Desde já me disponibilizo para ajudar na identificação, pois no nosso Laboratório de Microbiologia do Solo (Universidade de Évora) temos bom equipamento e reagentes.

    ResponderEliminar
  4. Muito obrigado. Assim farei logo volto a encontrá-lo.

    Henk

    ResponderEliminar